Passeio a pé pelo Ipiranga

 

A cidade de São Paulo precisa ser descoberta, não só pelos turistas, mas também pelos próprios moradores. Caminhando por cada ponto da cidade, descobrimos seus encantos e sua importância histórica que passam despercebidos até por aqueles que imaginam conhecer a cidade como a palma da mão.

Conhecer o bairro do Ipiranga, o “bairro do grito”, sua história, seus pontos turísticos, suas características e locais relevantes é a proposta da caminhada a pé pelo Ipiranga, liderada pela guia turística Elaine.

O bairro, além de possuir o importante título de ser o local onde foi anunciada a Independência do Brasil, traz um conteúdo histórico desconhecido pela maioria das pessoas.

Ao iniciar a caminhada, a guia turística Elaine conta um pouco sobre as personalidades que contribuíram para o crescimento e a importância do Ipiranga como o imperador D.Pedro I, a família Jafet e também uma personalidade talvez pouco conhecida pelos paulistanos, o Conde José Vicente de Azevedo.

Os primeiros destaques são os casarões da família Jafet ainda existentes, sua história, sua arquitetura e a destinação que hoje foi dada a cada um deles e também é abordada a contribuição da família na formação da cidade e na sua industrialização.

Seguimos pelo Parque da Independência e Praça do Monumento, construídos em comemoração a um dos momentos mais importantes da história do Brasil. Na Praça do Monumento, onde se localiza o Monumento à Independência, além de admirar as esculturas, conhecemos também a história de seus personagens e entramos na cripta onde estão depositados os restos mortais de D.Pedro I, da Imperatriz Leopoldina, sua primeira esposa, e também da Imperatriz Amélia, com quem D.Pedro se casou pela segunda vez.

A visita segue para a Casa do Grito e pelo Parque da Independência que se destaca pelos belos jardins, onde está localizado o Museu do Ipiranga ou Museu Paulista, uma belíssima construção de 1895 e que atualmente está passando por reformas; a guia aborda fatos curiosos e interessantes da história do Museu, dos jardins e do Parque.

Seguindo pela Av. Nazaré, ficamos sabendo de mais detalhes a respeito da contribuição do Conde José Vicente de Azevedo com o desenvolvimento do Bairro do Ipiranga, responsável por muitas obras filantrópicas que fizeram e fazem parte da história desse local.

O próximo ponto da visita, ainda pouco conhecido e incluso no roteiro, é o Memorial Santa Paulina, uma construção cujo projeto arquitetônico foi feito e doado por um personagem conhecido da história de São Paulo, o arquiteto Ramos de Azevedo. Nesse ponto a guia Elaine cede espaço à Lucia, responsável pelo Memorial, que nos apresenta vários locais interessantes, como a capela construída em 1920, o local onde estão depositados os restos mortais da Santa, o belo jardim interno e também nos conta a trajetória da Santa Madre Paulina, apresentando as diversas salas com objetos pertencentes à missionária, seus trabalhos e o quarto onde ela faleceu; tudo preservado e muito bem cuidado. A visita ao Memorial pode ser feita também de terça a sexta feira das 13h às 16h30, sábado das 09h30 às 12h e domingo das 13h às 16h30, na Av. Nazaré, 470.

O tour encerra-se no Museu de Zoologia, local onde estão expostas várias espécies de animais que foram preservados através de técnicas de taxidermia, além de réplicas de esqueletos de dinossauros e uma verdadeira aula sobre a biodiversidade de espécies presentes no Brasil. O visitante conhece também um pouco sobre a arquitetura do prédio e pode observar os lindíssimos vitrais no decorrer da visita.

O passeio a pé pelo Ipiranga ocorre no último sábado de cada mês com duração de aproximadamente 3 horas, início às 10h (chegar com 15 minutos de antecedência) e pode ser feito também em inglês.

Vá com sapatos confortáveis e não se esqueça de levar protetor solar, boné e garrafinha com água para curtir melhor a caminhada!

O ponto de encontro é em frente ao SESC Ipiranga, na Rua Bom Pastor, 822
A contribuição é de R$20,00.
Inscrições: egastaldello13@gmail.com
55 11 99945 3643